25 de julho Dia de Luta das Mulheres Negras

O dia 25 de julho, Dia Internacional da Mulher Afro-Latina, Americana e Caribenha e também Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra.  Em 1992, na cidade de Santo Domingo, na República Dominicana no Encontro de Mulheres Afro-latino-americanas e Afro-caribenhas, criou-se a Rede de Mulheres Afro-latino-americanas e Afro-caribenhas, onde definiu-se o dia 25 de julho como Dia da Mulher Afro-latino-americana e Caribenha. 

No Brasil, foi oficializada a data em 2014, pela ex. presidenta Dilma Rousseff . Lei nº 12.987 determinando o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra.
A data no Brasil faz menção Tereza de Benguela,  mulher quilombola, rainha e chefe de estado, que viveu no século XVIII no Vale do Guaporé. Liderou o Quilombo de Quariterê, no estado do Mato Grosso, que resistiu da década de 1730 até o final do século.


Zélia Lucia ( Juiz de Fora MG)

Hoje dia 25 de julho, Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana Caribenha “Cirene Candanda” em Juiz de Fora. Não temos o que comemorar, mas agradecer todas as mulheres negras que continuam imbatíveis na luta por seus direitos. “Ninguém solta a mão de ninguém”, unidas vamos vencer todo este processo de desconstrução de nossa unidade. Mulheres negras vamos permanecer unidas e avançar nas nossas conquistas. Um dia de luta com a bênção de nossos  ancestrais.


Mulheres Negras afroamazőnicas, na luta pela garantia de Direitos, pelo Direito à Vida e a preservação da Amazőnia.   REDE Amazőnia Negra Pará.
( Sheila Botelho Apns MG)    Mulheres Negras afroamazőnicas, na luta pela garantia de Direitos, pelo Direito à Vida e a preservação da Amazőnia. REDE Amazőnia Negra Pará.




(Sandra Munhões BA/MG) 

 VIVA TEREZA DE BENGUELA!

A Resistência   ainda continuar sendo a nossa forma de luta, sobrevivência e empoderamento! (Rosemary Baeta MG/BH)

por Mônica Aguiar

SAIBA MAIS.:  Sul-africana é eleita Miss Universo e torna-se a quinta mulher negra a vencer o concurso

Deixe uma resposta