A LUTA contra a LGBTfobia

O preconceito mata um LGBT a cada 19 horas no Brasil. Você combate ou você faz parte? No dia 17 de maio é celebrado o Dia Internacional contra a LGBTfobia, data em que a Organização Mundial da Saúde (OMS) retirou a homossexualidade da Classificação Internacional de Doenças (CID), em 1990. Apesar dos avanços, a realidade dos LGBTs ainda é difícil. Segundo relatório oficial do Grupo Gay da Bahia de 2018, foram 320 homicídios e 100 suicídios motivados pela discriminação em 2018. Os números classificam o Brasil como primeiro no ranking dos que mais matam LGBTs no mundo. Quando o assunto é mercado de trabalho, 41% dos LGBTs entrevistados para pesquisa do grupo Santo Caos relataram já terem sofrido discriminação no ambiente de trabalho. Em paralelo a isso, 90% das mulheres transsexuais estão excluídas do mercado formal, mesmo com bons currículos. Jaqueline de Jesus, Rosa Luz, Valter Rege e João Henrique apresentam a realidade dos LGBTs e contam da importância de ações efetivas para combate aos preconceitos contra a população LGBT. Participantes: JAQUELINE DE JESUS – Professora Doutora em Psicologia; ROSA LUZ – Rapper e compositora; VALTER REGE – Cineasta e Creator; JOÃO HENRIQUE – Produtor de conteúdo audiovisual.

SAIBA MAIS.:  Sínodo da Amazônia revela sagacidade política do papa

Canal Preto

Deixe uma resposta