Apropriação cultural? “Wakkanda Festival” sem músicos negros acontece em SP

Wakanda. País fictício da Marvel, inacessível ao resto do mundo, 100% negro com os recursos e conhecimentos científicos mais avançados  humanidade.  Terra do Rei T’challa, o Pantera Negra.

No Brasil, mais especificamente na Lapa, bairro de São Paulo, um grupo de artistas usou o nome do país de que Killmonger tentou dominar para fazer um festival de música, mas cometeu alguns “equívocos”.

O Wakkanda Festival é um evento de música eletrônica com uma programação de show com artistas brancos (no feed da página do Instagram deles, não tem um negro).  E o os produtores explicaram quando perguntamos a eles sobre a proposta do evento que acontece no dia 10 de novembro:

“Nossa proposta é um evento de musica eletrônica, beneficente , onde todos tenham os mesmos direitos e igualdades. Queremos nosso público pensando mais no próximo independente de cor raça etc.  Os artistas são a maioria brancos, mas não foi nem por cor, raça, sexo gênero que escolhemos e sim pelo que tínhamos disso dentro do orçamento”.

View this post on Instagram

Sabemos que foi um grande susto ter a notícia do evento cancelado, não existem pedidos de desculpas suficientes para nos retratarmos pela situação. Mas fiquem tranquilos, foi apenas um clique errado. Os planejamentos seguem estáveis, dia 10 de novembro Wakkanda vai pegar fogo no tendal da Lapa 🤟🏻🔥 Porém, para retomarmos o movimento que já estávamos gerando, e tentar compensar pelos transtornos causados, vamos adiantar mais uma bomba pra vocês! Aumentando ainda mais a bagunça, e garantindo a presença do acelero na pista, só podia ser o Marquinhos 🤟🏻😎 Depois de Venancci, Darky e Chemical Noise, vem aí MK13!! Mas, como dissemos, não existem desculpas suficientes para nos retratarmos, então junto com essa bomba, estamos orgulhosos de anunciar os frutos da nossa incrível parceria com a Psychedelic Soul – 6° Edição 🔥🔥 Vamos sortear um ingresso para essa festa maravilhosa, para todos que adquiriram nossos ingressos. como funcionará nosso sorteio? Você precisa: 1) curtir e compartilhar nossa página 2) confirmar presença no evento. https://www.facebook.com/events/1119055404946961/ 3)compartilhar essa publicação em modo publico 3) ter adquirido qualquer tipo de ingresso 4) marcar 5 amigos nessa publicação Sortearemos um número que estará ligado a um comentário dessa publicação. Confirmados os outros passos necessários para validação, teremos um ganhador! Quanto mais amigos forem marcados, mais chances você tem de ganhar! Estamos desculpados pelo susto??

A post shared by Wakkanda (@wakkandafestivaloficial) on

 

O evento vende camisetas e copos, que parecem mais terem sido inspirados em Bali, do que em algum país Africano.


Brasil, país onde a novela sobre a Bahia (Segundo Sol), não tinha negros, a linha de Orgulho Crespo, não tinha crespa da promoção da marca e a Wakkanda não é negra e nem toca música black.

O post Apropriação cultural? “Wakkanda Festival” sem músicos negros acontece em SP apareceu primeiro em Mundo Negro.

Deixe uma resposta