Bahia ganha programa sobre afro-empreendedorismo na TV aberta

O programa Me Despache, que fala sobre empreendedorismo e desenvolvimento econômico da população negra, estreou na TV Kirimurê como o pioneiro a tratar do tema na TV aberta brasileira. Idealizado e apresentado pela publicitária Luciane Reis, o programa de entrevistas terá como foco a organização econômica, a promoção dos negócios focados na superação do racismo e a reflexão sobre a relação histórica dos negros com o dinheiro. Trazendo ainda reportagens, o Me Despache desenvolve o debate sobre questões financeiras para a casa das famílias baianas.

Com apresentação todas as terças-feiras, às 21h, e reprise às quintas-feiras, 10h da manhã, o programa Me Despache é uma iniciativa da agência de Fomento a Negócios Locais e Étnicos Merc´Afro, em parceria com a TV Kirimurê (Canal da Cidadania). A direção do programa é de André Santana e Gustavo Pereira.

SAIBA MAIS.:  Sesc Copacabana recebe a primeira Cia de dança negra contemporânea do Brasil

“Um dos mecanismos mais eficazes do colonialismo, ainda em curso, foi a criação de uma barreira, quase intransponível, entre a população negra e o dinheiro, concentrando a aquisição e o benefícios da produção de riquezas nas mãos de poucos. Para a grande massa da população brasileira, o tema da Economia e do dinheiro ainda é pouco íntimo, apesar das diversas iniciativas ao longo da história que tentaram romper com a falsa ideia de que negros e dinheiro são inimigos”, explica Luciane Reis, que é pesquisadora da temática do afro-empreendedorismo pela Faculdade de Administração da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

O Merc´Afro, criado em 2014 pela Luciene Reis, foi desenvolvido para integrar as diversas modalidades de formação e produção de informação, tendo a base étnica como linha comercial e de valorização dos saberes culturais e identitários voltado para o desenvolvimento econômico. Assim, com a realização do programa e distribuição na TV Aberta, é possível atingir um maior número de empreendedores negros que buscam aumentar sua renda, entender seu negócio ou até tirar seu plano do papel,.

SAIBA MAIS.:  Bilionário pagará dívida estudantil de formandos negros

A apresentadora Luciane Reis ainda fala sobre a trajetória do que hoje se chama de ‘black money’: “desde as primeiras formas de organização e colaboração entre os negros, para garantir a sobrevivência frente à escravidão, como os quilombos, irmandades religiosas e as sociedades negras, passando pelas iniciativas de inserção no comercial informal, por meio do trabalho de ganhos nas ruas das cidades, são muitas as tentativas de mudar essa realidade que nos aparta de uma vida de equilíbrio financeiro”, acrescenta.

SAIBA MAIS.:  “Para eles uma mulher negra nunca poderia questionar um homem branco”, diz deputada que denunciou governador do Rio à ONU

Serviço:
Me Despache todas as terças-feiras, 21h, e reprise às quintas-feiras, 10h da manhã, na TV Kirimurê (10.2). Uma iniciativa do Merc´Afro: www.mercafro.com.br
Ficha técnica
Idealização, produção e apresentação: Luciane Reis

Notícia Preta

Deixe uma resposta