Cantora Deise Cipriano, do Fat Family, morre em SP

Por G1 SP — São Paulo

A cantora Deise Cipriano, de 39 anos, integrante do Fat Family, morreu nesta terça-feira (12), vítima de câncer. Ela estava internada no Instituto do Câncer do Estado de São Paulo desde agosto do ano passado.

Deise Cipriano é uma das fundadoras do Fat Family, grupo brasileiro de soul music criado em 1996.

Desde o início do tratamento contra o câncer, Deise recebeu o apoio de diversos famosos, incluindo Claudia Leitte, Neymar e Maurício Mattar. Ela passou por sessões de quimioterapia e raspou o cabelo durante o tratamento.

SAIBA MAIS.:  CULTNE DOC - Leandro Matos - Obrigado, Nei Lopes

Como forma de apoio, sua filha, Talita Cipriano, e Simone, uma das irmãs da cantora, também fizeram o mesmo.

“Mãe, você não está sozinha. A família Cipriano está aqui te apoiando! Estou com você, meu amor. Pra sempre, te amo”, escreveu Talita no Instagram.

Sidney Cipriano, outro fundador da banda, morreu em 2011 após sofrer um AVC.

O Fat Family gravou hits como “Jeito sexy”, “Eu não vou” e “Gulosa”. A banda se destacou, principalmente no final da década de 90, ao emular os grupos vocais norte-americanos em músicas próprias e versões de sucessos do soul, R&B e gospel dos Estados Unidos, como a de “Killing me softly with his song”.

SAIBA MAIS.:  “Dona Ivone Lara”, escrita e dirigida por Elísio Lopes Jr., estreia dia 29 no Teatro Sérgio Cardoso

O Fat Family gravou quatro álbuns entre 1998 e 2003. Depois disso, o grupo passou a se dedicar mais ao mercado de música religiosa. Em 2016, eles voltaram ao mercado comercial e gravaram a música “Mexe esse pescoço aí”.

O cantor Ed Motta postou em seu Instagram uma homenagem à Deise. “Minha cantora predileta, seremos iluminados com seu talento eternamente”, disse.

Deixe uma resposta