Documentário sobre ativista Audre Lorde será lançado em Salvador, nesta sexta-feira

Mulher, negra, lésbica, feminista e ativista política. Essa é a apresentação mais resumida e, ao mesmo tempo, complexa da personagem real de “Audre Lorde – Os Anos em Berlim – 1984 a 1992”, documentário que será lançado em Salvador no dia 12 de abril, às 14 horas, no auditório do Instituto de Saúde Coletiva da UFBA.

A capital mais negra do país foi especialmente escolhida para ser uma das cidades de exibição do filme aqui no Brasil. O evento contará com a presença da diretora alemã Dagmar Schultz, a co-roteirista e protagonista do filme, Ika Hügel-Marshall, além da tradutora Jéssica Oliveira, que participarão de um debate com a comunidade após a apresentação do documentário.

Com duração de 79 minutos, o filme explora um capítulo pouco conhecido da vida da escritora americana no período em que viveu na Alemanha. Audre Lorde ajudou a inflamar o movimento afro-alemão e fez contribuições duradouras para a cena política e cultural antes e depois da queda do muro de Berlim. Lorde orientou e encorajou as mulheres negras alemãs a escreverem e publicarem como uma forma de afirmar suas identidades, direitos e cultura numa sociedade que as isolava e silenciava.

SAIBA MAIS.:  AUTOCUIDADO da MULHER NEGRA

“Audre Lorde – Os Anos em Berlim – 1984 a 1992” traz material audiovisual inédito do arquivo pessoal da diretora Dagmar Schultz, incluindo imagens de Audre Lorde fora do palco. Com depoimentos dos colegas, alunos e amigos de Lorde, o filme documenta o legado duradouro de Lorde na Alemanha. O documentário teve sua estreia mundial no Festival Internacional de Berlim (Berlinale) em 2012, no 20º aniversário de morte da escritora, e desde então foi exibido em 75 festivais em todo o mundo, recebendo diversos prêmios em categorias como melhor documentário LGBT.

SAIBA MAIS.:  Paula, campeã do ‘BBB 19’, é indiciada pela polícia por intolerância religiosa

Fonte: Assessoria de Comunicação – Instituto de Saúde Coletiva – UFBA

Notícia Preta

Deixe uma resposta