Evento de poesia que excluiu artistas negros é cancelado no Rio de Janeiro após críticas em redes sociais

Os organizadores do evento “Oficina Irritada (poetas falam)”, que seria realizado no Instituto Moreira Salles (IMS) do Rio, no início de maio, decidiram cancelar o evento após serem duramente criticados nas redes sociais por não convidarem poetas negros. Dos 18 autores que haviam sido convocados para a oficina nenhum era negro.

Em sua página no Facebook o IMS fez um post dizendo ter “compromisso inequívoco com a diversidade, da constituição de seu acervo às atividades que promove”, e completou: “Ainda que a veemência das redes nem sempre favoreça conversas produtivas, reconhecemos a importância desta discussão, razão pela qual decidimos cancelar a realização do evento”.

SAIBA MAIS.:  Podcast: Pequena África
IMS Rio se manifestou pelas redes sociais Foto: Reprodução

A nota do IMS é contrária ao que foi dito no último final de semana pelo curador da Oficina, Eucanaã Ferraz, que declarou que “num reduzido encontro de poetas, a questão do direito não se coloca”. Após as críticas Eucanaã e o também curador Bruno Cosentino ‘mudaram de ideia’ e declararam que o momento é de “ouvir e pensar nisso tudo”. “Fizeram acusações injustas contra a instituição, os curadores e os poetas convidados. Eles não merecem os ataques que sofreram”, relativizou Eucanaã Ferraz.

SAIBA MAIS.:  Conheça e divulgue: Nappy, o banco de imagens gratuito e totalmente negro

Notícia Preta

Deixe uma resposta