Festival Latinidades estreia 12ª edição em São Paulo com programação gratuita

O Festival da Mulher Afro Latino Americana e Caribenha, Latinidades, estreia em São Paulo neste ano e com programação gratuita. É a primeira vez que a edição acontecerá fora de Brasília, onde é realizado há mais de uma década. O evento acontece entre os dias 23 e 27 de julho, no Centro Cultural São Paulo, a festa de encerramento terá shows na Casa Natura Musical, a única atração com venda de ingressos. A abertura do festival no CCSP traz a força dos tambores femininos do Bloco Ilú Obá De Min.

O Latinidades ganhou maior proporção ao promover diálogos fundamentais e um intercâmbio cultural entre estados brasileiros e países. A iniciativa tem sido uma plataforma de impulsionamento de trajetórias de mulheres negras nos mais diversos campos de atuação.

Além de pautar fortalecimento de identidades, da formação política e técnica, do empreendedorismo e estímulo à produção artística, cultural e intelectual de mulheres negras, traz uma programação que oferece mesas de debates, vivências, oficinas, shows, feira e, principalmente, muita reflexão.

Realizado pela Griô Produções e Instituto Afro Latinas, em parceria com diversas organizações sociais e redes de mulheres negras no Brasil, África e América Latina. Tem apoio do Centro Cultural São Paulo, Oxfam, Fundo Elas, Casa Natura, Instituto Vladmir Herzog e Cese. Todas as atividades precisam de pré-inscrição pelo site https://www.afrolatinas.com.br.

O tema do festival em 2019 é “Reintegração de Posse“. A inspiração veio da historiadora, multiartista e ativista Beatriz Nascimento, do quilombo urbano Aparelha Luzia e da sua idealizadora, Erica Malunguinho. O Latinidades coloca em evidência a produção de conhecimento de mulheres negras e a sua importância na sociedade. Ao mesmo tempo em que denuncia o racismo e machismo e as condições a que são submetidas no continente africano e na diáspora.

É uma grande alegria chegar com o festival em São Paulo, cidade de onde o público marcou presença desde as primeiras edições. O Latinidade, mais uma vez, vai articular conexões, fortalecer redes e apresentar uma mostra expressiva da produção artística e intelectual de mulheres negras com uma programação multilinguagens. Em 2019 temos dez países envolvidos: Moçambique, Guiné Bissau, Angola, Camarões, Jamaica, República Dominicana, Argentina, Estados Unidos e Brasil. Pela primeira vez realizaremos uma edição inteira fora do Distrito Federal e este é um desafio e tanto, depois de doze anos. O carinho que já estamos recebendo por aqui, nos fortalece ainda mais“, compartilha Jaqueline Fernandes, coordenadora geral do evento.

SAIBA MAIS.:  Cabeleireiro que inventou o corte ‘blindado’ recebe R$ 250 mil de dona do Magazine Luiza

O evento ainda conta com a Feira Latinidades, que funcionará no decorrer de todo o evento no CCSP e traz diversas empreendedoras negras do Afrolab, projeto da Feira Preta. As mesas e debates trazem como convidadas intelectuais, pesquisadoras, ativistas, escritoras e produtoras culturais. No final da semana, o Festival celebrará com show no CCSP e na Festa Latinidades na Casa Natura, que encerra a edição com muita música e moda afro.

Confira abaixo a programação completa:

Dia 23 de julho (terça-feira)
Abertura do Festival Latinidades
14h – Saudação às ancestrais e acolhimento: cortejo com o Bloco Ilú Obá de Min.
Local: Sala Jardel Filho
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/abertura-com-bloco-afro-ilu-oba-de-min/

Das 14h às 19h – Feira Latinidades Afrolab
Afrolab é o projeto da Feira Preta voltado ao empreendedor negro.
Local: espaços anexos da Sala Adoniran Barbosa
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/feira-afrolab/

Mesa de abertura
15h – Ancestralidades como pertencimento: as religiosidades negras e práticas de resistência
Local: Sala Jardel Filho
Debatedoras: Analia Santana (Irmandade do Rosário dos Pretos – Salvador/Brasil), Ekedi Sinha (Terreiro da Casa Branca/ Ilê Axé Iyá Nassô Oká – Salvador/Brasil), Juliana Maia Victoriano (Comunidade Batista de São Gonçalo – Rio de Janeiro/Brasil) e Iyá Karen D’Osún (Tradição Africana – São Paulo/Brasil). Mediação – Elizandra Souza.
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/ancestralidades/?tickets_process=#buy-tickets

Mesa
17h – Eu me vejo em nós: imagens, escritas da gente negra e o poder sobre as nossas histórias
Local: Sala Jardel Filho
Debatedoras: Deborah Willis (Fotógrafa e Historiadora – Nova York/EUA), Rosana Paulino (Artista Plástica – São Paulo/Brasil), Miriam Victoria Gomes (Professora de Literatura –Argentina/Cabo Verde) e Fernanda Oliveira (Historiadora e Atinuké – Pelotas/Brasil). Mediação – Allyne Andrade.
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/eu-me-vejo-em-nos/

Apresentação
19h – 1ª Mostra de Autoestilismo do CCSP
Local: Sala Jardel Filho
Orientação: Jaergenton Corrêa (curador de moda do CCSP)
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/1a-mostra-de-autoestilismo-do-ccsp/

SAIBA MAIS.:  CULTNE DOC - Homenagem a Ivan Milanez

Dia 24 de julho (quarta-feira)
Vivência
10h – O Toque da Empoderada: Caminhos Diretos ao Prazer
Local: Sala Jardel Filho
Condução: Diane Ghogomu (EUA)
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/toque-da-empoderada/

Das 14h às 19h – Feira Latinidades Afrolab
Afrolab é um projeto da Feira Preta voltado ao empreendedor negro.
Local: espaços anexos da Sala Adoniran Barbosa
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/feira-afrolab/

Mesa
14h – Onde nos cabe na riqueza que produzimos? Tema: Economia, trabalho e impasses ético-psicológicos
Local: Sala Jardel Filho
Debatedoras: Clarice Val (Terapeuta holística – Salvador/Brasil), Ochy Curiel (Feminista negra decolonial – República Dominicana/Colômbia) e Thiago Vinicius (Agência Popular Solano Trindade – São Paulo/Brasil). Mediação – Sueide Kintê (Jornalista Griô – Salvador-São Paulo/Brasil).
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/riqueza-que-produzimos/

Mesa
16h – Em defesa de nossos territórios: trânsitos e permanências das vidas negras
Local: Sala Jardel Filho
Debatedoras: Keisha-Khan Perry (Brown University – Jamaica/EUA), Adriana Gomes (Comuna Panteras Negras – Planaltina/Brasil), Josemeire Alves (Casa do Beco – Belo Horizonte/Brasil) e Thabata Lorena (Mercado Sul – Taguatinga/Brasil). Mediação – Thamiris Flora (Unegro/UBM).
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/em-defesa-de-nossos-territorios/

Performance participativa
18h – “Corpo Fechado para Balanço”
Local: Sala Jardel Filho
Concepção e coreografia: Paulo Lima
Bailarina intérprete: Léya Ramos.
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/performance-corpo/

Dia 25 de julho (quinta-feira)
Das 10h às 17h – Feira Latinidades Afrolab
Local: espaços anexos da Sala Adoniran Barbosa
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/feira-afrolab/

Mesa
10h – Na luta é que a gente se encontra! Tema: antirracismo e lutas por direito
Local: Sala Jardel Filho
Debatedoras: Marivaldo Pereira (PSOL – Distrito Federal/Brasil), Lúcia Xavier (Criola – Rio de Janeiro/Brasil), Ivana Leal (MNU – Goiânia/Brasil), Sonia Guajajara (APIB – Imperatriz/Brasil) e Douglas Belchior (Uneafro e PSOL– São Paulo/Brasil). Mediação: Taina Aparecida dos Santos.
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/na-luta/

Vivência
13h – Erótico como Poder: poder através do Prazer
Local: Sala Jardel Filho
Condução: Diane Ghogomu (EUA)
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/vivencia-erotico/

Mesa
15h – Somos sementes: representatividade negra e disputa política no Estado brasileiro.
Tema: participação política negra
Local: Sala Jardel Filho
Debatedoras: Erica Malunguinho (PSOL – São Paulo/Brasil), Regina Sousa (PT – Teresina/Brasil) e Olívia Santana (PCdoB – Salvador/Brasil). Mediação: Amarílis Costa.
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/somos-sementes/

SAIBA MAIS.:  Monarco da Portela e Grupo Criolice são atrações da semana no Bar Samba

17h – Partida para a concentração da Marcha das Mulheres Negras SP.
O Latinidades aproveita a realização do festival em SP para participar desta importante manifestação.

Dia 26 de julho (sexta-feira)
Oficina
10h30 – Ritmos africanos
Local: Sala Jardel Filho
Condução: Kety Kim
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/oficina-ritmos-africanos/

Das 14h às 19h – Feira Latinidades Afrolab
Local: espaços anexos da Sala Adoniran Barbosa
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/feira-afrolab/

Mesa
14h – Estéticas do ativismo negro, arte-educação e produção cultural
Local: Adoniran Barbosa
Debatedoras: Preta Rara (rapper, turbanista, professora de história, modelo Plus Size e influenciadora digital – São Paulo), Vanessa Kanga – (Festival Afropolitain Nomad – Camarões/Canadá), Carol Barreto (designer/professora UFBA – Salvador), Diane Lima (Projeto AfroTranscendence – São Paulo). Mediação: Hanayrá Negreiros (pesquisadora em indumentária e memórias negras – São Paulo).
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/esteticas/

Mesa
16h – Chega mais, parente! ‑ Diálogos com masculinidades negras
Local: Adoniran Barbosa
Debatedores: Túlio Custódio (sociólogo – São Paulo), Spartakus Santiago – (youtuber/publicitário – Rio de Janeiro), Lam Mattos (Ibrat – São Paulo), Sidney Santiago (Cia Os Crespos – São Paulo) e Roger Cipó (fotógrafo/educador – São Paulo). Mediação – Marilea Almeida.
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/masculinidades-negras/

Oficina
17h – Amarrações e turbantes
Condução: Bangé Yhodhy (Guiné Bissau)
Espaço: Anexo Sala Adoniran Barbosa, na Feira Latinidades Afrolab
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/oficina-turbantes/

Show
19h – Eva RapDiva (Angola)
Local: Arena Adoniran Barbosa
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/show-com-eva-rapvida-angola/

Dia 27 de julho (sábado)
20h – Festa de encerramento
Local: Casa Natura Musical
Abertura com Dj Donna (DF)
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/dj-donna/
20h30 Desfile África Plus Size (São Paulo)
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/desfiles/
20h45h Desfile Baobá Brasil (Rio de Janeiro)
21h Desfile Pinto Música (Moçambique)
21h15 Desfile Mônica Anjos (Salvador)
21h30 Show A.M strings (EUA) participação Laylah Arruda (Feminine Hifi) https://www.afrolatinas.com.br/eventos/a-m-strings-eua-part-laylah-arruda-feminine-hifi/
23h15 Show ZAV (Moçambique)
https://www.afrolatinas.com.br/eventos/zav/
0h Bia Ferreira e Doralyce – lançamento do show Preta Leveza (MG/PE) https://www.afrolatinas.com.br/eventos/pretaleveza/

O post Festival Latinidades estreia 12ª edição em São Paulo com programação gratuita apareceu primeiro em Mundo Negro.

Deixe uma resposta