Gilberto Gil grava com Jorge Ben Jor

Em processo de gravação no estúdio Ilha dos Sapos, em Salvador (BA), o álbum Obatalá – Uma homenagem a Mãe Carmen já adquire caráter histórico antes mesmo de ser lançado.

Por Mauro Ferreira, G1

Jorge Ben Jor e Gilberto Gil se reencontram na Bahia no embalo da reabertura da parceria dos compositores — Foto: Reprodução / Instagram Flora Gil

Projeto fonográfico arquitetado por Flora Gil, o álbum registra a reunião, em estúdio, de Gilberto Gil com Jorge Ben Jor 44 anos após a edição do álbum Gil Jorge – Ogum Xangô (1975).

Dois reis do ritmo na dinastia musical do Brasil, os cantores e compositores gravaram neste primeiro fim de semana de fevereiro de 2019 um dueto para o disco que celebra a fé e os 90 anos da ialorixá baiana Carmen Oliveira da Silva, conhecida como Mãe Carmen do Gantois.

SAIBA MAIS.:  Rico Dalasam protagoniza curta-metragem baseado em uma de suas músicas, “Procure”

Gil e Jorge saudaram Oxalá neste disco que registra cânticos africanos, no idioma iorubá, com os toques de alabês, músicos atuantes nos rituais dos Candomblé.

O reencontro de Gil com Jorge acontece no embalo da retomada da parceria dos compositores, que em 2018 fizeram música para o álbum, Giro, em que a cantora Roberta Sá dá voz a músicas inéditas de Gil.

E por falar no projeto Obatalá, produzido sob direção musical de Alê Siqueira com Iuri Passos, o disco tem elenco estelar. Além de Gil e Jorge, foram convidados nomes como Alcione, Carlinhos Brown, Daniela Mercury, Gal Costa, Margareth Menezes, Marisa Monte, Mateus Aleluia e Zeca Pagodinho, entre outros.

Deixe uma resposta