Repórter pede demissão após ‘afirmações racistas’ de apresentador de afiliada do SBT

O repórter Rafael Martins, do programa Alterosa Alerta, da TV Alterosa, afiliada do SBT em Minas Gerais, pediu demissão após a polêmica envolvendo o apresentador Stanley Gusman, que fez um comentário considerado racistana última terça-feira, 9.

Rafael Martins, que também é deputado estadual (PSD-MG), conversava com Stanley no momento em que o apresentador fez uma piada envolvendo o presidente do Ibope, Carlos Montenegro: “Sei quem é o dono do Ibope. O nome do cara é Montenegro. Se ele fosse do bem, ele ia chamar ‘Montebranco’”.

SAIBA MAIS.:  Lázaro Ramos estampa revista da Avon ao lado do pai Ivan Ramos

Constrangido, Rafael, ao vivo, respondeu apenas: “Nossa mãe”. Nesta quarta-feira,  alegando que “afirmações racistas, ainda que em tom jocoso, devem ser repudiadas”, o repórter pediu demissão do Alterosa Alerta.

E+ contatou a assessoria de Rafael Martins, que confirmou o fato: “Ele pediu demissão do programa. Não faz mais parte do quadro de prestadores de serviço da TV Alterosa.”

O repórter divulgou um comunicado explicando sua decisão: “Em 18 anos de carreira na televisão, nunca me senti tão constrangido e desconfortável como na edição desta terça-feira, 9, do Alterosa Alerta“.

SAIBA MAIS.:  CULTNE NA TV - Programa Teteu José

“Em função das declarações do apresentador Stanley Gusman, decidi deixar o programa Alterosa Alerta, no qual atuava como repórter há quase quatro anos. Essa decisão irrevogável é uma clara manifestação de solidariedade a todos os que se sentiram ofendidos pela declaração, entre os quais eu me incluo”, conclui a nota de Rafael.

Durante o Alterosa Alerta desta quarta-feira, 10, Stanley citou o repórter durante uma retratação que foi ao ar: “Eu peço desculpas ao meu colega de programa, Rafael, que, de alguma forma, eu expus durante o meu comentário.”

Comunicado divulgado por Rafael Martins, ex-repórter do 'Alterosa Alerta', em 10 de julho de 2019.
Comunicado divulgado por Rafael Martins, ex-repórter do ‘Alterosa Alerta’, em 10 de julho de 2019. Foto: Facebook / @rafaelmartinstv

Entenda a polêmica envolvendo o apresentador Stanley Gusman

Ao referir-se ao presidente do Ibope, Carlos Montenegro, durante o Alterosa Alerta da última terça-feira, 9, o apresentador Stanley Gusman afirmou: “eu sei muita muita coisa. Dentre elas, sei quem é o dono do Ibope. O nome do cara é Montenegro. Se ele fosse do bem, ele ia chamar ‘Montebranco’”.

O repórter Rafael Martins, com quem Stanley conversava ao vivo, mostrou-se constrangido com a situação e disse apenas: “Nossa mãe”. Na sequência, ainda entraram algumas vinhetas com sons humorísticos, como uma voz gritando “uepa!”, além de um som de bateria, conhecido por ser tocado após uma piada ser contada.

A fala gerou revolta nas redes sociais e também uma nota de repúdio do Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais, que afirmou que “espera que o caso seja devidamente apurado e responsabilizado” e “considera grave e inaceitável a ofensa de conotação racial veiculada em programa da TV Alterosa” (clique aqui para ler a íntegra).

E+ entrou em contato com a TV Alterosa, pedindo um posicionamento sobre o comentário de Stanley e a demissão de Rafael Martins, mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

Pedido de desculpas de Stanley Gusman

Durante a exibição do Alterosa Alerta desta quarta-feira, 10, Stanley Gusman pediu desculpas ao público. Confira a íntegra abaixo:

“Antes de começar o Alterosa Alerta de hoje, tenho que me manifestar pelo erro que cometi ao comentar resultados da audiência no início do programa de ontem. Eu peço humildemente desculpas a quem possa ter ofendido. Eu estou absolutamente constrangido por isso. Eu peço desculpas a você, telespectador da TV Alterosa, que sempre me dedicou confiança e carinho. Eu peço desculpas ao meu colega de programa, Rafael, que, de alguma forma, eu expus durante o meu comentário. Peço desculpas também à TV Alterosa por este meu erro. Por fim, eu quero dizer que este episódio está me permitindo refletir muito. Me desculpem”

Por Afrobrasileiros

Deixe uma resposta