Solano Trindade – Canal Preto

https://www.youtube.com/watch?v=VhQpWfMIC_U

As palavras do poeta Solano Trindade foram apresentadas aos alunos da rede municipal de Embu das Artes. Foram três dias de oficina de poesia falada na qual os jovens aprenderam a interpretar, recitar e até mesmo produzir seus próprios textos. O evento foi uma parceria do Ministério Público do Trabalho (MPT) e Organização Internacional do Trabalho (OIT), em parceria com a Casa Poema. Ao final das aulas, os alunos tiveram uma formatura com recital para o público. Dentro das atividades, também estava a apresentação da peça “Solano, Vento forte africano”, que conta da obra e da vida do artista.  Iléa Ferraz, Elisa Lucinda e Nando Rodrigues contam como o domínio da palavra acrescenta no desenvolvimento dos jovens, que passam saber expressar suas emoções, sair de situações embaraçosas e interpretar falas, textos. Eles lembram ainda a quantidade de jovens negros que, pela falta de segurança ao falar, são reprovados na entrevista de emprego mesmo atendendo às competências técnicas. Tendo a obra de Solano como fio condutor, eles percebem ainda a possibilidade de perpetuar as ideias e objetivos de alguém que lutou incansavelmente pelos direitos da população negra. Participantes: Iléa Ferraz, cenógrafa e artista plástica;  Elisa Lucinda, atriz, poeta e jornalista; Nando Rodrigues, ator. #CanalPreto #SolanoTrindade #Racismo Canal Preto

SAIBA MAIS.:  Crédito de bancos permite “fluir a economia” ligada ao trabalho escravo, diz procurador do MPT

Deixe uma resposta